Salvador promove evento teste nesta sexta (27)

A capital baiana se prepara para o retorno do setor de eventos, entretenimento e cultura com a realização de evento monitorizado de avaliação, que será realizado na próxima sexta-feira (27), a partir das 18h, no Centro de Convenções Salvador, na Boca do Rio: o “Evento Teste Retomada Salvador”. Após cerca de um ano e meio paralisado, o objetivo central é testar protocolos e operações que foram previamente analisados pelos órgãos municipais envolvidos e também autoridades da saúde. 

As diretrizes usadas na realização do evento-teste servirão de base para a volta gradual e responsável do setor. Os detalhes foram apresentados nesta segunda-feira (24), pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado da vice e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos; do presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington; de autoridades e representantes das entidades envolvidas na iniciativa.

O Evento Teste Retomada Salvador tem realização da Associação do Coletivo de Entidades de Matriz Africana (Acema), Associação Baiana dos Produtores de Eventos (Abape), Associação Brasileira de Produtores dos Eventos (Abrape-BA), Associação dos Profissionais de Eventos (APE), Grupo Bahia e Associação Brasileira das Empresas de Eventos (Abeoc Brasil), todas organizações ligadas diretamente ao setor de eventos no estado, e conta com o apoio de diversas empresas para a concretização, além da Prefeitura de Salvador. Todo o custo será pago pelos patrocinadores.

O prefeito ressaltou que o evento servirá para testar e validar os protocolos para a realização de shows de forma segura na cidade, assim que o cenário da Covid-19 permitir. Ele lembrou que a prioridade da Prefeitura sempre foi salvar vidas, e que a iniciativa está sendo realizada com toda a população acima de 18 anos vacinada com pelo menos a primeira dose contra o coronavírus. 

O chefe do Executivo municipal ainda salientou que os eventos são bastante importantes para a capital baiana. Isso porque, mesmo com iniciativas como o SOS Cultura e os projetos financiados pela Lei Aldir Blanc, muitos daqueles que trabalham no setor ainda passam por dificuldades. 

São mais de 6 mil profissionais que vivem diretamente da renda proporcionada pelos eventos. O setor cultural é um dos mais importantes para a economia da cidade e foi um dos mais impactados pela pandemia, sendo o primeiro a parar e o único que ainda não retornou. Minha preocupação é com esses profissionais e com toda a cadeia que gera emprego e renda em Salvador”, completou Bruno Reis.

Com um público presencial de 500 pessoas, todas convidadas especialmente para ocasião, o evento contará com a presença de pessoas indicadas pelas entidades representativas do setor, empresas apoiadoras do evento e instituições que irão acompanhar a iniciativa. O evento-teste será um show a céu aberto composto por lounges que comportarão até quatro pessoas, cada um, em um total de 125 lounges. E, para tornar o momento especial, uma programação musical foi planejada com quatro atrações. 

O início será com o grupo Afoxé Darajú de Odé (O Melhor do Caçador), do bairro da Liberdade, que fará uma apresentação incrível em ritmo de atabaques, agogô, xequeré e com a voz de Nito Gato. A apresentação será feita em cima do trio elétrico que estará posicionado em meio ao público. 

O evento contará também com um palco que receberá o show do cantor Gerônimo, que vai agitar o público presente com um som único que mistura a música afro-baiana com ritmos latinos e uma harmonia inconfundível e extremamente contagiante em sucessos como “Eu sou negão”, “É D’Oxum”, “Menino do Pelô” e “Jubiabá”, entre outros.

Após o show de Gerônimo quem anima o público é o Telefunksoul. O produtor musical é o criador, precursor e maior divulgador do movimento musical Bahia Bass – gênero musical eletrônico que mistura este tipo de música eletrônica mundial com o repertório musical e cultural da Bahia. 

Quem finaliza a noite é a cantora Márcia Castro. A cantora baiana leva o show AXÉ 90 ao palco, na qual será apresentado um recorte do repertório essencial desse gênero musical surgido na década de 80 que fundiu diversos ritmos afro-latinos e brasileiros, como samba reggae, ijexá e merengue.

Equipe Canal In

Repórter / Editor: Ricardo Henrique

Fotos: divulgação

Compartilhe essa postagem