Dest’IN’os – As Belezas de Jampa: Da Igreja de São Francisco ao Bolero de Ravel

João Pessoa é uma cidade conhecida por sua arquitetura barroca, praias modernas, baixo número de habitantes, forte cultura musical (com orquestras sinfônicas municipais, estaduais e universitárias), artistas famosos, como Elba Ramalho e Zé Ramalho e alta qualidade de vida. É, portanto, um dos destinos mais procurados pelos turistas na hora de viajar. O Canal In não poderia ficar de fora dessa aventura. Confira agora um pouco mais das belezas de Jampa!

Como Chegar:

Saindo de Salvador de carro com destino à João Pessoa, pode-se trafegar pelas vias BA 099 e a BR-101, com distância de cerca de 900km e duração de aproximadamente 13 horas. Entretanto existem outros meios para chegar ao local, podendo ser de avião ou ônibus. A viagem é de avião é bem curta, mas saindo de Salvador, existem poucas companhias aéreas que realizam voos diretos. Nós fomos de ônibus com a empresa FW Excursão, que oferece pacotes de viagens completos incluindo transporte, hotel, traslados e guias.

Durante o percurso, pode-se perceber paisagens características da região Nordeste, com vegetações que transitam entre o tropical e o semiárido. O clima paraibano, por sua vez, é quente, com sol beirando a casa dos 40°C.

Curiosidade Histórica:

Conhecendo um pouco mais sobre Jampa, o guia turístico Marcos Alencar, conta a origem do nome da capital. Considerada uma das capitais mais tranquilas do Nordeste e uma das mais antigas, com 434 anos de fundação, João Pessoa levou o nome em homenagem a um político paraibano, governador do estado e candidato à vice-presidente de Getúlio Vargas. A morte deste causou comoção popular, sendo o estopim para a Revolução de 30, levando Vargas ao poder. Detalhe: o então presidente vai ao Theatro Roza, um dos marcos da capital, e declara o nome da cidade como João Pessoa.

Arquitetura:

 

A Igreja de São Francisco, localizada no centro histórico de João Pessoa, construída quatro anos após a fundação da cidade, possui particularidades semelhantes com as catedrais do Pelourinho, como desenho arquitetônico, o estilo barroco-rococó, sendo um atrativo para os fiéis por sua beleza, que inclui uma cruz no centro da praça. Apesar de não ter visitado o interior da igreja, sei que esta possui uma arte sacra preservada, proporcionando uma graciosidade para quem a visita.  

A Praça João Pessoa, também chamada de Praça dos Três Poderes, que leva esse nome por estar localizada entre as sedes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Situa-se estrategicamente no Centro da Cidade, cercada de construções históricas. No meio da praça, encontra-se o busto de João Pessoa e outras esculturas, cada uma delas com o seu significado histórico. O local é bem arborizado, seguro e fica próximo ao Pavilhão do Chá, um dos principais centros turísticos da região.

O Farol do Cabo Branco possui fama por ter sido construído a 800 metros ao norte da Ponta do Seixas, sendo Seixas o ponto mais oriental do Brasil. Ele possui uma forma triangular com três relevos em formato de asa, e é pintado de branco com uma faixa horizontal na cor preta.

A visão do mar é deslumbrante. Apesar de não ter visitado as águas paraibanas, entre o Farol e a Ponta do Seixas, existem diversas piscinas naturais, famosas por seus recifes e corais.

Compartilhe essa postagem