Adriana Calcanhotto volta à Salvador como “A mulher do Pau Brasil”.

 

 

A tinta vermelha extraída do Pau Brasil, árvore que dá nome ao nosso país, preencheu o Teatro Castro Alves.

 

             

A cor vermelha estava presente na iluminação e no figurino da cantora Adriana Calcanhotto que apresentou em Salvador na noite deste sábado (18) a turnê “A mulher do Pau Brasil”.                               

O concerto-tese, como Calcanhotto prefere denominar, foi inspirado no modernismo e antropofagismo brasileiro, onde a cantora bebeu da fonte para trazer para sua voz poesias de escritores aclamados do período como Oswald de Andrade.          

      

             

Há anos que não apresenta um show em Salvador, Calcanhotto ressurgiu em uma rede de dormir. Parecia até ser uma alusão ao costume baiano, mas a rede faz parte do cenário de onde a cantora se levanta como um despertar para dar início ao espetáculo cantando a inédita e autobiográfica canção “A mulher do Pau Brasil”.   

 A capital baiana foi a segunda cidade brasileira a receber a turnê que teve início em Portugal, onde atualmente a cantora mora e leciona.

 

Acompanhada de Bem Gil e Bruno de Lullo, Calcanhotto integrou no repertório músicas novas, releituras e as mais conhecidas do público, como “Devolva-me” e “Esquadros”.                            

A mulher do pau Brasil segue com sua turnê em outras cidades levando a exuberância e versatilidade que deixou em Salvador.

 

 

Equipe Canal In

Repórter Lucas Gomes

Fotos: Reginaldo Silva / Canal In

Compartilhe essa postagem