CÃOMINHADA TERÁ CINCO HORAS DE PROGRAMAÇÃ

O

O maior evento público para pet lovers de Salvador terá shows musicais, feira de adoção responsável, “cãocurso” de fantasia e muitas outras atrações no canteiro central da Avenida Centenário.

Uma programação inteirinha dedicada aos cães e seus tutores com direito a picolé e água de coco para os animais, além de uma “cãominhada” de 800 metros e muitas brincadeiras do jeitinho que os peludos gostam. O som principal é mesmo dos latidos, apesar das atrações musicais já confirmadas na Cãominhada, evento que será realizado pela rede de clínicas veterinárias Planeta Animal e pet center Agromix, no domingo, 6 de outubro, a partir das 8h, no canteiro central da Avenida Centenário, totalizando cinco horas de atividades.

Mais de mil pessoas são esperadas ao longo da programação, de acordo com estimativas dos realizadores do evento. Esta é a 15ª edição da Cãominhada, que se consagrada no calendário de Salvador como a maior iniciativa pública e ao ar livre do mundo pet na capital baiana. “Todas as nossas ações são promovidas de forma gratuita, com destaque para a distribuição de brindes e dicas de saúde o que faz o evento ser um sucesso”, comemora Elder Macedo, sócio da Agromix. A Cãominhada terá Feira de Saúde Animal, Feira de Adoção de cães e gatos da ONG Espalhe Amor, distribuição de sementes e de mudas de hortaliças e árvores pelo projeto da Fundação Herbert Daniel, A Tenda o Verde, stand do Centro de Controle de Zoonoses (CCR), participação da Feira Bem Pet e muito mais.

Devido aos números alarmantes do sobrepeso e sedentarismo dos animais de estimação – o percentual de cães obesos ou com sobrepeso no Brasil é superior a 33% da população canina atendida em clínicas veterinárias – a veterinária Gabriela Azevedo, sócia do Planeta Animal, alerta para a importância da prática da atividade física tanto para os animais quanto para seus tutores: “Cardiopatias, diabetes e doenças ortopédicas podem afetar os bichos quando a obesidade não é tratada. Algumas medidas simples, de caráter preventivo, como o uso moderado de petiscos, prática regular de exercícios físicos e a dosagem da quantidade diária da ração podem ajudar a prevenir o desenvolvimento de doenças”, afirma Azevedo.

Como o evento tem caráter socioeducativo e beneficente, o público é estimulado a doar leite em pó e ração animal. Nesta edição, a expectativa é que seja arrecadada mais de 1,5 tonelada de donativos, 50% a mais que no ano passado. As doações de leite em pó serão destinadas ao Núcleo de Apoio a Crianças com Câncer (NACCI), Lar Vida e creche da Casa de Oração Bezerra de Menezes (COBEM). As rações vão ajudar no acolhimento aos animais assistidos pela ONG Espalhe Amor e Abrigo Animais Aumigos.

 A cantora e atriz infantil Lara Oliva, que vem se destacando no mercado musical, vai abrir a programação cutural da Cãominhada 2019. Ela sobe ao palco às 8h30 e fará uma apresentação de aproximadamente 20 minutos. Entre os destaques de seu repertório, sua nova música de trabalho “Preguiça”. A artista vai apresentar repertório com músicas autorais, como é o caso de “Preguiça”, e clássicos infantis como Uni Duni Tê (Trem da Alegria) e Superfantástico (Balão Mágico). A artista mirim abre o show cantando “Eu não largo o osso”, música tema da TV Colosso. A produção musical é de Nando Borges.

Se depender dos palhaços Paçoca (Cláudio Claudino), Catraca (Carlos Eduardo) e Zoinha (Doris Fernandes) não vão faltar gargalhadas. Através da arte da palhaçaria, eles vão interagir com o público ao longo do evento. O trio vai improvisar e apresentar alguns esquetes teatrais. “O palhaço nunca vai olhar para a realidade como um adulto. Ele sempre busca olhar de maneira inusitada”, conta Paçoca. “A essência do palhaço é a criança que está dentro da gente. É o olhar sem filtros e com muita liberdade”, reforça Catraca. Para Zoinha, “o palhaço em si nada mais é do que você próprio”, disse.

O cantor Átila Lima sobe ao palco por volta das 9h30 para apresentar repertório clássicos da axé music, pop e rock. “Vou cantar sucessos como “Vou Voando” (Alexandre Peixe/Átila Lima), gravada por Jorge e Mateus e Flor Bela (Átila Lima/Edi), música regrava por Elba Ramalho, Saulo e Banda Eva”, afirmou o cantor. A última apresentação musical da “Cãominhada 2019” ficará a cargo  da Escola de Música Irmãos Macedo. “A nossa base é a música brasileira que a gente chama de música trieletrizada brasileira. Ela não tem idade. As pessoas ouvem e gostam. Vamos viver o Carnaval”, promete Aroldo Macedo no pocket show, às 12h, que deve durar cerca de 40 minutos. Clássicos como Chame-Gente (Dodô & Osmar) estão confirmados no repertório.

 

P R O G R A M A Ç Ã O

8h – Abertura

8h15 – Bênção religiosa de proteção aos animais

8h30 – Lara Oliva

8h45 – Alongamento

9h00   Cãominhada

9h30h –  Show de Átila Lima

10h20 – Cãocurso de Fantasias / Vitrine do Bem Pocket Show de Lara Oliva

11h20 – Apresentação dos cães de trabalho da Polícia

12h00 – Escola de Música Irmãos Macedo

13h – Encerramento

 

Fotos: divulgação

Compartilhe essa postagem