Coluna DestINos – Ouriçangas – Bahia

Conteúdo exclusivo no @canalin__


A Coluna DestINos vai te levar até Ouriçangas, no interior do Estado da Bahia.

A CIDADE

Fundada em 27 de março de 1962, a cidade de Ouriçangas tem pouco mais de 9 mil habitantes e faz fronteira com Pedrão, Aramari, Irará e fica a 20km de Alagoinhas. 

COMO CHEGAR

Ouriçangas é uma opção para quem gosta da vida pacata. O município fica a cerca de 135 km de Salvador – BR 324 depois BA 515. Como a cidade não dispõe de rodoviária, para chegar lá em ônibus comercial, é preciso ir até Irará (tomando o ônibus na rodoviária de Salvador), ou chegar por Alagoinhas. Nestas duas cidades próximas, você pode encontrar transporte alternativo, a custo de 10 reais (média) para ir até Ouriçangas.

ONDE FICAR?

Por ser uma cidade pequena, ela não dispõe de rede de hotéis e pousadas, o ideal é alugar um imóvel já mobiliado ou, para quem deseja mais conforto, um hotel em Alagoinhas cai bem. A média de custo para esta segunda opção é de R$90 reais a diária. Aos que preferirem alugar, é possível encontrar imóveis por até R$500 reais mensais. Havendo interesse é só entrar em contato com o número 75 9 8214-6675 (equipe Ouriçangas on-line). 

Ah, nós alugamos uma casa, tá?! Na “rua do posto”. 🤪 

VAMOS PASSEAR!

Pequenina mas acolhedora, Ouriçangas pode ser visitada a pé. O lugar reserva morros que são usados religiosamente por fiéis peregrinos. O mais conhecido é o do Cruzeiro de São José (foto), onde o santo é comemorado anualmente no dia 19 de março. Para chegar até lá, a caminhada dura cerca de 1 hora, divididos em 20 minutos do centro até o cercado do cruzeiro, e mais 40 minutos subindo o morro até alcançar a capela dedicada ao santo. A vista é linda e o silêncio é um convite a boas orações. 

Outro ponto que merece a visita, é a praça Cônego Estrela, onde fica a Igreja da Matriz, que é a maior construção religiosa do município. Ótima área para convivência social! Crianças, jovens e idosos ocupam o espaço geralmente no cair da tarde, quando o pôr do sol dá um show à parte. Na praça também tem três quiosques (que encerram cedo suas atividades) caso decida por comprar água, ou tomar aquela cervejinha, por exemplo. Mas, o point da galera mais “descolada” é o “Açaí dos Gêmeos”, que oferece uma gama de produtos gastronômicos que vão de açaís com frutas a sanduíches. Conheça; https://instagram.com/acai_dos_geme0s?igshid=1fk0p5des5cbd 

Para os mais atentos e contemplativos, o céu ouriçanguence é um dos preferidos do sol. Lá, o astro rei ama dar espetáculos. Diariamente o pôr do sol nos brinda sempre com grandes imagens. Podemos dizer que, sem dúvida, o céu de Ouriçangas é abençoado. Olha só que beleza!

A cidade também tem uma zona rural enorme, são algumas comunidades que envolvem o município. Lá, onde também é extraído gás por uma empresa do ramo, é mais difícil chegar, no entanto, se estiver de carro, vale ir. Você vai se deliciar ao ver os quintais TODOS floridos. Uma diversidade incrível de flores. Elas nascem aos montes e colorem a paisagem local. O incrível é que são muitas e facilmente encontradas, como se fosse sua casa, sabe?! Lá, visitamos um morador e pudemos ver de perto. Lindo! 

O CLIMA

Se preparem para o calor. A temperatura chega a casa dos 35, 36° facilmente. Mas, em contrapartida, porque Deus é maravilhoso, a noite esfria abruptamente. 

ONDE COMER

Olha, não há muitas opções de onde comer em Ouriçangas. Mais acima, demos uma indicação do “Acaí dos Gêmeos”, que fica na principal e maior praça da cidade. Para quem alugou imóvel, uma boa opção é comprar a própria comida e fazê-la em casa. Nós comemos na casa – restaurante da “Tia Jacy”. A casa dela fica ao lado da “nossa”. Daí não foi muito difícil descobrir que ela cozinhava bem, né?! Café da manhã, almoço e janta eram lá. Vou deixar o contato dela aqui, se for até lá, é só ligar que ela ajeita. Segue; 75 9 8288-7687

INVESTIMENTO 

Indo de condução própria, somando o combustível R$120 (ida + volta), os R400 da hospedagem, mais o R$12,00 por refeição, um casal ou dupla por 15 dias gastará uma “média” de R$800 reais. Isso pode diminuir se optar por hotel, já com café da manhã em Irará ou Alagoinhas. 

CONSIDERAÇÕES

O sol gosta do céu e as flores da terra de Ouriçangas e isso a torna especial. O povo é cismado, mas logo lhe acolhe. Coisa de cidade pequena, né?! Linda, bucólica e gentil. Ouriçangas é para quem deseja, DE VERDADE, descansar. Para se ter uma ideia, às 19h, exceto a praça, já não é possível encontrar gente nas ruas. Todos se recolhem cedo. O silêncio ideal para boas noites de sono revigorante. Segura (possui, inclusive, uma delegacia territorial e rondas constantes), com população formada em sua maioria por idosos. Os jovens, geralmente, migram para cidades vizinhas em busca de uma vida mais farta, embora sempre voltem às origens. 

A feira livre, comum às cidades do interior,  acontece uma vez por semana, aos sábados quando estávamos lá, e não há muita variedade de frutas e verduras, mas sim de preço. Mercado de pequeno e médio porte e valores característicos das cidades do interior do Estado. 

As cadeiras na calçada identificam o costume de compartilhar da vida do outro e socializar. Esses “encontros” são quase diários e, geralmente, ao cair do sol, com a temperatura mais amena. Nós até participamos de alguns, mas, diretamente de nossa varanda. Rs 

Outro ponto forte por lá, é a política. De dois em dois anos a cidade se transforma e “pega fogo” com as disputas eleitorais. Quase sempre rachando o município ao meio. 

Vá até Ouriçangas, experimente olhar para o céu, aceite o convite do sol e assista-o se pôr, e nos dará razão. Boa viagem! 

Equipe Canal In – Coluna DestINos 

Repórter / Editor / Fotos (exceção das aéreas): Ricardo Henrique 

Apoio: Marcos Costa, Raí Silva e Everton Cruz

Compartilhe essa postagem