Especial Dia Internacional da Mulher: Oito Filmes Para Celebrar a Data

O dia internacional da mulher é celebrado em 08 de março, após ter sido oficializado pela Organização das Nações Unidas em 1975. 

Com o passar dos anos, a data passou a expressar a luta das mulheres pela igualdade de gênero, e no Brasil, o dia oitoé marcado por protestos nas principais cidades do país, com reinvindicações sobre igualdade salarial, contra a criminalização do aborto e a violência contra a mulher. 

Para celebrar a data, o Canal In preparou uma lista com 08 filmes que abordam diferentes perspectivas da mulher nos mais diversos setores da sociedade, além de serem referência e inspiração para outras mulheres. Confira abaixo: 

1 – LADY BIRD (2017) 

  

Sinopse: Christine McPherson está no último ano do colégio e o que mais deseja é fazer faculdade longe de Sacramento, Califórnia, ideia rejeitada por sua mãe. Lady Bird, como a garota de forte personalidade exige ser chamada, não se dá por vencida e leva o plano de ir embora adiante mesmo assim. Enquanto a hora não chega, ela se divide entre as obrigações estudantis no colégio católico, o primeiro namoro, típicos rituais de passagem para a vida adulta e inúmeros desentendimentos com a progenitora.

Comentário: Lady Bird é uma cinebiografia não oficial da Greta Gerwig, diretora do filme. A jornada de uma garota que está prestes a entrar na vida adulta, em meio à todas as decisões que são necessárias nessa fase da vida. A SaiorseRonan interpreta com brilhantismo a protagonista da história. 

Nota: 9/10 

Disponível no Telecine Play

2 – TULLY (2018)

Sinopse: Marlo, mãe de três filhos, com um recém-nascido para cuidar, vive uma vida muito atarefada. Certo dia, ganha de presente de seu irmão uma babá para cuidar das crianças durante a noite. Embora um pouco hesitante, Marlo é surpreendida por Tully.

Comentário: A Charlize Theron dá vida à Marlo, uma mulher que tem mais forças do que imagina. A reviravolta desse filme é surpreendente e serve para demonstrar todo o poder que uma mulher pode ter, principalmente após ter um filho. 

Nota: 10/10

Disponível na Amazon Prime Video

3 – QUANTO MAIS QUENTE MELHOR (1959) 

Sinopse: Após testemunhar um assassinato da máfia, o saxofonista Joe e seu velho amigo Jerry improvisam um plano rápido para escaparem vivos de Chicago. Disfarçando-se como mulheres, eles se juntam a uma banda de jazz onde todos os membros são do sexo feminino e pegam um trem com destino à ensolarada Flórida. Enquanto Joe finge ser um milionário para ganhar Sugar, a cantora sexy da banda, Jerry vê-se perseguido por um verdadeiro milionário.

Comentário: Considerada uma das grandes atrizes da sua época, Marilyn Monroe está deslumbrante em seu papel nesse filme. Ela rouba a cena, mesmo diante de dois homens vestidos de mulher.

Nota: 8,5/10 

Disponível no Telecine Play 

4 – ESTRELAS ALÉM DO TEMPO (2016)

Sinopse: No auge da corrida espacial travada entre Estados Unidos e Rússia durante a Guerra Fria, uma equipe de cientistas da NASA, formada exclusivamente por mulheres afro-americanas, provou ser o elemento crucial que faltava na equação para a vitória dos Estados Unidos, liderando uma das maiores operações tecnológicas registradas na história americana e se tornando verdadeiras heroínas da nação.

Comentário: Um filme que demonstra todo o preconceito que as mulheres sofriam, mesmo sendo mais preparadas e inteligentes que a maioria dos homens ao seu redor. Uma inspiração necessária para as lutas sociais dos dias de hoje. 

Nota: 8,5/10 

Disponível no Telecine Play

5 – MULHER-MARAVILHA (2017) 

Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai em uma praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Comentário: A maior heroína das histórias em quadrinhos teve seu primeiro filme em live-action apenas em 2017, mas este veio à altura do que a personagem exige. Gal Gadot dá vida a Diana Prince, uma guerreira destemida, com uma força inabalável, sendo um símbolo absoluto de poder feminino. 

Nota: 9/10 

Disponível no Telecine Play e na HBO GO 

6 – MULHERES DO SÉCULO XX (2016) 

Sinopse: Na Califórnia dos anos 70, uma mãe tenta cuidar de sua família da melhor forma possível enquanto também procura respostas para as vidas de suas duas jovens amigas – uma fotógrafa aficionada pela cultura punk e uma amiga de seu filho.

Comentário: Esse filme mostra uma perspectiva tripla de mulheres que estavam à frente do seu tempo, mesmo nos anos 70. O destaque aqui fica para a Greta Gerwig, que dá vida à uma jovem punk, roubando a maior parte das cenas em que está presente. 

Nota: 8/10 

Disponível na Netflix

7 – OLGA (2004)

Sinopse: O filme narra a verdadeira história da militante alemã Olga Benário, que se apaixonou pelo líder comunista brasileiro Luís Carlos Prestes.

Comentário: Olga Benário foi um símbolo de resistência e uma grande inspiração para as mulheres contemporâneas. Camila Morgado entrega uma das melhores atuações de sua carreira nesse filme.

Nota: 8/10 

Disponível no Globoplay

8 – FRIDA (2002)

Sinopse: A pintora mexicana Frida Kahlo se casa com o artista Diego Rivera, com quem compartilha suas opiniões políticas radicais, paixão e trabalho.

Comentário: Sem sombra de dúvidas, a maior inspiração para todas as mulheres reside em Frida Kahlo, que apesar de todo o sofrimento conseguiu se tornar uma das maiores artistas de todos os tempos. 

Nota: 9/10

Disponível na Netflix

Equipe Canal In

Repórter: Marco Dias

Editor: Ricardo Henrique

Fotos: divulgação

Compartilhe essa postagem