MAM: Próxima ao público Daniela Mercury apresentou um repertório que passeou por canções consagradas da MPB e sucessos da carreira

Com o pôr-do-sol da Baía de Todos os Santos e os casarões históricos do Museu de Arte Moderna (MAM) como cenário, Daniela Mercury subiu no palco do Acústicos no MAM no último domingo (16). A estreia do projeto, que leva música para o fim de tarde do MAM, teve intimidade e proximidade entre o público e a artista. O palco baixo proporcionou um contato quase que direto e em muitos momentos ela conversou e respondeu aos pedidos dos fãs.

Intitulado Afro Cyber Retrô, o show acústico-percussivo que a cantora apresentou contou com um repertório mesclado de canções consagradas da música brasileira e sucessos da sua carreira. Águas de Março, Corcovado e Desafinado, se juntaram a Meu Plano, Beat Lamento, além da inédita Pantera Negra Deusa, lançada em novembro. Daniela estava acompanhada dos músicos Alexandre Vargas, Luizinho do Jêje e Yacoce Simões.

Em entrevista coletiva à imprensa, ela falou sobre a felicidade de apresentar um outro lado do seu trabalho para o público de Salvador. “Vou apresentar esse show novo que é a minha exposição que eu trago aqui para o MAM. É uma oportunidade de apresentar pela primeira vez em Salvador algumas canções, que não cabem dentro de um repertório mais de Carnaval e para festas mais dançantes”, afirmou a cantora para os jornalistas.

O Acústicos no MAM tem a proposta de apresentar shows de importantes nomes da música brasileira. A nossa proposta é oferecer uma opção de lazer para quem gosta de estar ao ar livre para contemplar o que há de melhor no verão de Salvador: mar, pôr-do-sol, música e arte. Depois da edição de estreia com Daniela Mercury, o projeto segue em janeiro com show da banda A Cor do Som, no domingo dia 20. 03 de fevereiro e 24 de março são as próximas datas confirmadas.

A iniciativa coloca o MAM alinhado com outros museus no mundo, que também têm aberto as suas portas para eventos que exploram outras linguagens. A ideia é aproximar o museu de outras linguagens artísticas que vão além das artes visuais. O evento é uma realização da E33 Entretenimento, com apoio do Museu de Arte Moderna e do Governo da Bahia e patrocínio da Devassa, Rappi, Sobieski e Beefeater.

 

Fotos: Sércio Freitas/Divulgação

Compartilhe essa postagem