MOSTRA LITERÁRIA DE SALVADOR REALIZOU A SUA TERCEIRA EDIÇÃO COM CONEXÃO ENTRE LIVROS E PESSOAS

O evento aconteceu entre os dias 23 e 25 de abril de forma online, ao vivo e gratuito

O tema “O Livro é Acesso! Conexões entre Pessoas Através das Literaturas” nunca fez tanto sentido durante os dias 23, 24 e 25 de abril com a terceira edição da Mostra Literária de Salvador. Durante o evento, que iniciou em um dia mais que simbólico (Dia Mundial do Livro), o participante pôde conferir várias atividades como a Varanda Literária, Mesas, Debates, Contação de Histórias, Oficinas, Lançamentos de Livros e Aula Aberta.

O evento foi transmitido da sede do projeto Livres Livros com a parceria dele e da ITS Brasil na transmissão da internet e contou com 16 atividades e mais de 20 horas de conteúdo online e gratuito com a participação de um público baiano e fora do Estado da Bahia.

Nos três dias de programação, o evento trouxe pesquisadores, influenciadores digitais, projetos literários e novos autores que lançaram suas obras no evento e discutiram temas como taxação de livros, produção na pandemia, novas publicações, consumo literário e produções no mundo on e off line através dos livros físicos e digitais.

Um dos destaques da Mostra esse ano foi a realização da audiodescrição em que cada convidado, mediador e apresentador se descreveu com descrição física e do ambiente em que estava, para que as pessoas com acessibilidade reduzida pudessem também se conectar ainda mais ao evento. Além da audiodescrição, a Mostra apresentou toda a programação com intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) que teve comemoração no dia 24 de abril, durante a passagem do evento, no sábado.

Outra novidade do evento foi a Chamada Pública que possibilitou a apresentação de 10 obras de autores baianos durante a programação e teve a seleção realizada pelas curadoras do evento, Lorena Ribeiro e Luciany Aparecida. Elas, que trouxeram representatividade feminina e um espaço de compartilhamento e criação de novos vínculos e conexões, avaliaram a Mostra e o processo de curadoria inserido nela.

A Mostra Literária de Salvador Ano III trouxe à cena, várias Bahias. Conectou pessoas que estão produzindo literaturas em diferentes lugares do Estado. É necessário termos atenção para esses movimentos, para entendermos a literatura produzida na Bahia de modo mais múltiplo e complexo e a Mostra Ano III, contribuiu para isso, ampliou e aproximou caminhos geográficos e diferentes identidades”, diz Luciany Aparecida.

Já Lorena Ribeiro – que também esteve à frente da curadoria da Mostra –, acredita que o processo de curadoria e os resultados criativos foram ricos e agregadores. “A terceira edição da Mostra Literária de Salvador foi brilhante! Eu estou muito feliz com os resultados da curadoria e da construção de um evento tão rico e agregador pelos trabalhos conjuntos da organização, embaixadores, convidades e parceires”, comenta.

O evento contou com um time de 07 embaixadores oficiais que são digitais influencers dentro da sua terceira edição. São eles: Adriel Bispo do Livros do Drii, Clara Beatriz do Projeto Casinha de Livros, Jeniffer Geraldine do Clube do Livro Alagoinhas BA, Deko Lipe do Primeira Orelha, Maria Antônia do Literatoando, Lorena Ribeiro do Passo Entre Linhas e Tiago Valente da página O Tiago Valente.

Para Jeniffer Geraldine, uma das embaixadoras, acompanhar a Mostra Literária de Salvador Ano III foi uma experiência enriquecedora e apresentou o que há de mais novo e diverso na produção literária da Bahia. “Foi um momento especial para celebrar o livro, a literatura, a leitura e as pessoas que incentivam o hábito de ler e utilizam a literatura como meio para transformar a própria vida e a vida de outras pessoas”, diz Geraldine.

A realização da 3ª Edição da Mostra Literária de Salvador é de Rebeca Lisboa – Comunicação Empática que destaca a força da Mostra no campo da leitura. “Ela foi iniciada no Dia Mundial do Livro, num cenário de discussão sobre a taxação de livros que é uma discussão necessária para entender os impactos no aspecto financeiro, social e também simbólico, ainda mais em um momento que todos buscam conexão, e o livro é um canal de acesso e também conexão”.

O projeto tem o apoio financeiro do estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Pedro Calmon (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. E conta ainda com a parceria da ITS Brasil, Projeto Livres Livros e Quântica Comunicação.

Para conhecer mais da Mostra Literária de Salvador

Instagram: @mostraliterariassa

Equipe Canal In

Repórter / Editor: Ricardo Henrique

Foto: Felipe Miranda / divulgação

Compartilhe essa postagem