OS ENCANTOS DE RECIFE: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TURISTAR NA TERRA DO FREVO

“Eu vi o mundo, ele começava no Recife”. Com essa frase do artista plástico pernambucano Cícero Dias, iniciamos mais uma edição da Série Dest’IN’os do Canal In, que em novembro estava em solo pernambucano desbravando seus encantos. A citação em questão faz referência a Praça Rio Branco, onde fica localizada o Marco Zero, uma placa que indica todas as distâncias dentro do estado. E por falar em distância, Pernambuco faz fronteira com a Bahia e há opções bem acessíveis para turistar por lá. Vem com a gente que vamos contar tudo que há de bom na terra do frevo.

COMO CHEGAR

Saindo de Salvador, é possível chegar em Recife através dos seguintes meios: no Aeroporto Internacional de Salvador parte voos diretos para a capital pernambucana., Uma dica: fique ligado nas ofertas das companhias. Se não pesquisar antes, pode acabar pagando muito caro. O voo dura em média 1h20min. Caso prefira ir de carro, terá que trafegar pela BA 099 até a divisa entre Bahia e Sergipe e depois a BR 101. A viagem dura cerca de 12 horas. Duas sugestões de paradas durante o trajeto: Estância (SE) e Escada (PE). Ambas possuem uma boa infraestrutura para receber viajantes, com postos de gasolina, restaurantes e oficinas mecânicas.

Há também cruzeiros em Salvador com destino a Recife. Essa opção é oferecida pelas principais agências de viagem. Por último, e não menos importante, o ônibus é o meio mais econômico de deslocamento, e foi o que nós escolhemos. Fomos com a empresa FW Excursão, que oferece pacotes de viagens completos incluindo transporte, hotel, translados e guias.

ONDE FICAR

Os hotéis e pousadas localizados nas áreas litorâneas e históricas de Recife são mais procurados, destaque para o bairro de Boa Viagem, que aglomera hospedarias de todas as categorias e com preços variados. Se optar por um hotel com vista pro mar irá pagar mais caro. Então, se quer economizar, procure por estadias fora da orla. Ah, uma dica de ouro: não deixe pra fazer a reserva em cima da hora, principalmente em alta estação. Além de correr o risco de não encontrar vagas, poderá pagar um preço nada agradável.