Plataforma de denúncias contra LGBTfobia no futebol já está no ar

O dia da Visibilidade Lésbica (29 de agosto) foi a data escolhida para o lançamento do Observatório Nacional da LGBTfobia no Futebol, realizada pela Canarinhos Arco-íris, coletivo que reúne as torcidas coloridas do país. No encontro, em uma videoconferência, os representantes e convidados bateram um papo sobre o combate à homofobia dentro e fora dos estádios de futebol.

Através do site www.torcidaslgbt.com.br, as pessoas poderão registrar denúncias de atos discriminatórios e de violência contra pessoas LGBTQIA+ e anualmente será gerado um relatório com dados das queixas prestadas.

O evento contou com a presença de Onã Rudá, que é fundador da torcida LGBTricolor do Bahia, pré-candidato a vereador de Salvador e uma das principais vozes da juventude negra e LGBTQIA+ de Salvador. “Quanto mais nos unimos, mais nos fortalecemos. O nosso intuito é recolher as denúncias de homofobia sofridas pelos torcedores LGBTQIA+ e enviá-las para os órgãos responsáveis, tornando assim o futebol uma experiência mais gostosa para todos“, disse Onã.

Diretor da União Nacional LGBT Bahia e coordenador da área de Esportes da Aliança Internacional LGBTi, Onã participou ativamente de pautas que contribuíram para combater a LGBTfobia, escreveu e articulou a aprovação da lei “Teu Nascimento” na Câmara Municipal e o PL Millena Passos na Assembleia Legislativa. Agora, o ativista se lança como pré-candidato a vereador da capital baiana em movimento “Construção Coletiva”, obtendo apoio de nomes como o forrozeiro Zelito Miranda e do jornalista e professor Jean Wyllys.

Em seu site oficial (www.onaruda.com.br/), os interessados podem conhecer mais sobre a trajetória do pré-candidato e enviar sugestões e/ou propostas que serão avaliadas e posteriormente poderão fazer parte das ações da sua gestão.

Equipe Canal In

Repórter: Lucas Gomes

Editor: Ricardo Henrique

Foto: divulgação

Compartilhe essa postagem

Sem comentários

Acrescente o seu