Premiado: curta metragem baiano retrata as angústias da quarentena

Com o passar dos dias, e dos meses, o isolamento social para conter a pandemia do coronavírus passou a se parecer menos com uma prisão e mais com uma corrida extenuante em busca da saúde mental e da produtividade. Foi desse sentimento que nasceu o curta-metragem “Maratonista de Quarentena”, dos produtores audiovisuais Karol Azevedo e Eduardo Tosta.

A animação mostra o cotidiano de um rapaz surpreendido pela pandemia e que passa a mergulhar em reflexões sobre si mesmo, sobre o tempo e sobre a necessidade de manter a eficiência no trabalho. O filme começou a ganhar vida a partir de ilustrações que Karol fez quando estava presa no aeroporto de Santiago, no Chile, tentando voltar a Salvador. “Me deparei com um monte de gente desesperada, querendo fugir do vírus e voltar pra casa”, conta Karol.

O desenho virou um diário ilustrado da pandemia, que ela manteve por 15 dias. Depois teve a ideia, com Eduardo, de transformar as ilustrações em um curta que contasse as vivências e aflições do período de quarentena. “As ilustrações e a narrativa trazem de forma irreverente como nos encontramos em um momento em que precisamos ser mais multifacetados do que nunca”, diz Eduardo.

Realizado em menos de 48 horas, “Maratonista de Quarentena” ganhou o prêmio de melhor animação logo no primeiro festival de que participou, o Tainha Dourada, de Santa Catarina.

O curta também foi finalista no Make Art Not War Future Film Festival, dos Estados Unidos, e integrou a seleção oficial de importantes festivais internacionais e nacionais, como o Festival Internacional de Cine La Perla (Equador), o Early Bird International Student Film Festival (Bulgária), o Festival Cine Ouro Preto (Minas Gerais). Em novembro, a animação irá participar da mostra infantil do Circuito Penedo de Cinema (Alagoas), mesmo festival onde Karol estreou, em 2012. A partir de 1 de dezembro, “Maratonista de Quarentena” também estará disponível no 3º Circuito Cine Éden e TVE, selecionado na Mostra Competitiva Cinema de Casa, de filmes produzidos durante a pandemia da COVID-19.

Eduardo e Karol são parceiros de um outro projeto de animação. A série “As Aventuras de Fiu e Biu: Dentro de Casa” também tem a pandemia como tema. Os personagens são o garoto Biu e seu gato de estimação, Fiu, que vivem aventuras em meio à nova rotina imposta pela quarentena. Os três episódios da série devem ser veiculados como interprogramas na televisão, vídeos no Youtube e nas redes sociais, e estará disponível em Dezembro como forma de ajudar as crianças a entender melhor o momento atual. O projeto foi aprovado na 8a edição do Calendário das Artes, edital da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). Ao lado de outros artistas, eles também fundaram o coletivo de animação Mandioca Studio (@MandiocaStudio).

Compartilhe essa postagem