Revista Laroyê lança 2ª edição com trabalhos de poetas, fotógrafos e entrevista inédita e póstuma de Mario Cravo Neto

Os caminhos que unem os movimentos das ruas, as manifestações culturais e o culto afro religioso são diversos e se encontram na Revista Laroyê. Poesia, Fotografia, a ancestralidade e a familiaridade de Exú com elementos urbanos marcam as páginas da segunda edição da Revista, que será lançada nesta quarta-feira, 31 de março, às 20h, em live transmitida no canal do Instagram.

O projeto digital reúne textos e imagens sobre o movimento urbano e as encruzilhadas que estabelecem paralelos entre a cultura do Sertão baiano, de Salvador e da África. Eliana Falayó, Thais Darzé e Cleidiana Ramos assinam textos introdutórios da seção Padê e, além das colunistas, a segunda edição apresenta trabalhos inéditos de Alex Simões, Clarissa Macedo, Lívia Natália, Nilson Galvão, Sandro Ornellas, Tenille Bezerra e Wesley Correia. 

Sandro Ornellas confessou a alegria e satisfação de compor o time. Segundo o poeta, os motivos são vários, desde estar junto com nomes representativos da atual cultura baiana até pela qualidade gráfica da revista. “Poderia também falar sobre a diversidade de olhares nas fotos e textos, diversidade bem distante da vendida como item turístico, mas conhecida por quem caminha nas ruas da cidade”, destacou. 

Já os artistas visuais Bauer Sá, Gabriela Palha, Marcelo Frazão, Mariana David, Matheus L8, Max Fonseca e Wendell Wagner assinam trabalhos em fotografia e gravuras-aquarelas. Para Mariana, que participa com uma série que faz parte do seu livro premiado, “Açude Sonâmbulo”, nada mais enriquecedor do que poder participar, junto a tantas outras pessoas, de uma publicação como a Laroyê. “Na arte que promove encontros; que cruza trajetórias e propõe novas rotas para a fricção da vida“, ressaltou.

A segunda edição traz ainda fotografias de um dos livros mais importantes de Mario Cravo Neto: Laròyé. Além de uma entrevista inédita e póstuma que o artista concedeu em 2005 a Euriclésio Barreto Sodré, professor de Artes Visuais [Univasf], para uma dissertação de mestrado, a primeira pesquisa acadêmica sobre o universo de Mario Cravo.

Equipe Canal In

Repórter / Editor: Ricardo Henrique

Foto: Lelo Brandão / divulgação

Compartilhe essa postagem