Salvador: Liberdade recebe projeto de formação político-cultural para juventude negra.

 

A partir do dia 13 de setembro, o bairro da Liberdade recebe projeto inédito para o protagonismo da juventude negra. O projeto “Minha Área” estimula o protagonismo juvenil e convida os jovens da periferia a discutir cultura, promoção da igualdade racial, direitos humanos, participação política e segurança pública no bairro. A iniciativa é uma realização do Instituto Quilombo, em parceria com a Associação Santa Luzia e a Revista Quilombo, com apoio da Ong Visão Mundial e da Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE).

O “Minha Área” convida o público a participar de momentos em que reflitam e proponham ações transformadoras para a Liberdade, garantindo o equilíbrio entre o saber e o fazer do ativismo comunitário.

O primeiro encontro está previsto para o dia 13 de setembro no Centro Social Urbano da Liberdade (CSU), já com participações de ativistas do movimento negro, do movimento de mulheres negras e jovens lideranças. O projeto ainda segue nos dias 27 de setembro e 04 de outubro, no CSU. No dia 20 de setembro, serão realizadas junto ao Bloco Afro Malê Debalê oficinas culturais, com o grafiteiro Lee Mendes, na sede do bloco afro.

Para Ivana Sena, idealizadora da Revista Quilombo e integrante do Instituto, “o projeto se apresenta com uma proposta para fortalecer o pertencimento dos jovens com o bairro, que é um verdadeiro caldeirão cultural. Mas, que hoje apresenta sérios problemas em relação à segurança, principalmente para a juventude. Acredito que esta ação surge como mais uma via para ampliar a potência política e cultural deles e deixá-los mais críticos para exigir às intervenções de que nós precisamos aqui na Linha 8. Além disso, os encontros devem estimular a autoestima e a mobilização da nossa gente. Estamos em tempo de mudanças. Estamos chegando e ocupando”.

Eduardo Barreto, vice-presidente do Bloco Afro Malê Debalê, ressalta: “para o Malê Debalê, todas as ações que envolvam a juventude, em especial a juventude negra, merecem todo nosso apoio e inserção. A possibilidade de interação entre jovens de diversos locais da cidade do Salvador cria, espontaneamente, uma rede de protagonistas capazes de articular novas formas de luta e resistência contra o racismo. Nesse sentido, a realização de oficinas para jovens em nossa sede passa a simbolizar um momento ímpar para a concretização de tal rede”.

O projeto convida ativistas de dentro e fora da Liberdade, o Instituto Quilombo propõe sua primeira ação com momentos de intensas atividades, sempre realizadas no período da tarde.

As inscrições para os jovens do bairro da Liberdade e adjacências (Caixa D’água, Pero Vaz, Iapi, Pau Miúdo) poderão ser realizadas pelo portal da Revista Quilombo (www.revistaquilombo.com.br) com o preenchimento de um formulário ou presencialmente nos dias 22, 23 e 24 de agosto, das 13h às 17h, no CSU da Liberdade.

 

Foto divulgação

 

Serviço:

Projeto “Minha Área”

Datas: 13 e 27 de setembro e 04 de outubro (Centro Social Urbano da Liberdade)

20 de setembro (sede do Bloco Malê Debalê)

Horário: Das 14h às 17h

Inscrições: www.revistaquilombo.com.br

Gratuito

 

 

Compartilhe essa postagem