Samba: A CULTURA VIVA de Cabaceiras do Paraguaçu ganha registros audiovisuais

Agora os netos vão sambar! é um projeto que se propõe preservar a memória do samba de roda através de vivências entre os mestres e mestras da Cultura Popular com as crianças e jovens da cidade de Cabaceiras do Paraguaçu, respeitando todos os protocolos de segurança do Estado e Município e registrar essas histórias a partir do audiovisual, assim unir gerações de pessoas negras para discutir, preservar e vivenciar sua cultura.  

A preservação da cultura negra perpassa pela forma como ela atinge as futuras gerações, incutir nelas o amor que os mais velhos possuem por seus saberes e fazeres é fundante para perpetuação da prática cultural. Pensando nisso, Agora os Netos vão sambar! busca aproximar crianças e jovens das mestras e mestres para ouvir, aprender e despertar sobre a importância de alimentar a cultura da cidade, reconhecendo e valorizando aqueles que vieram antes através de vivências realizadas entre fevereiro e março. 

Sendo uma forma de resgatar a tecnologia ancestral baseada na oralidade, onde os mestres e mestras contaram suas histórias e experiências, objetivando inspirar as crianças e juventude da cidade, principalmente aquelas que integram o Grupo de Samba de Roda Mirim Raízes do Paraguaçu. 

Então, se fez necessário também registrar essa experiência e manter vivas essas histórias, e construir um material referencial para se compreender a história e cultura local, o projeto busca visibilizar mestres e mestras negros que por ora ainda são invisíveis quanto a sua potência de vida e resistência. Por isso, o minidocumentário Nossas Mestras e Nossos Mestres, produzido pela Souz Empreendimentos e o Grupo de Samba de Roda Mirim Raízes do Paraguaçu, visa cumprir o papel de cada vez mais partilhar narrativas e torná-las perenes aos mais novos.

Segundo Naiane Araújo, “mobilizar crianças, adolescentes e jovens a se inspirar nos mais velhos, é reafirmar que o povo negro pulsa vida e resistência”, afirma a intrutora do Samba de Roda Mirim Raizes do Paraguaçu. 

E, para valorizar esse trabalho realizado e estimular a autoestima das crianças e jovens, o lançamento do clipe da música “O Samba Não Pode Parar!”, composta por Naiane Araújo e Priscila Sales, que busca convocar essas crianças e jovens a se ver como co-responsáveis pela continuidade da nossa cultura, a cultura do povo negro. 

Grupo de Samba de Roda Mirim Raízes do Paraguaçu é um grupo que nasce para trabalhar com a preservação do samba de roda por meio das crianças e adolescente, atualmente conta com 45 membros e que tem atuado diretamente no fortalecimento mantendo a cultura negra viva da cidade de Cabaceiras do Paraguaçu.

O lançamento do clipe “O Samba Não Pode Parar!” e a exibição do documentário “Nossas Mestras e Nossos Mestres” ocorrerão às 19h no canal do Youtube Raízes do Paraguaçu, onde o público poderá assistir por 5 dias. 

Serviço

O quê: Agora os Netos Vão Sambar! 

Quando: 10 de Abril

Que horas: 19h

Onde: Canal do Youtube (Grupo de Samba de Roda Mirim Raízes do Paraguaçu)  https://www.youtube.com/channel/UC6dqcScVusml5CvBMTZqYag 

Quanto custa: Gratuito

Informações? @raizesdoparaguacu https://www.instagram.com/raizesdoparaguacu/ 

https://facebook.com/raizesdoparaguacu

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Equipe Canal In

Repórter / Editor: Ricardo Henrique

Foto: divulgação

Compartilhe essa postagem