Gastronomia

Vai começar a 16ª edição do Comida di Buteco, em Salvador

De 5 de abril até 5 de maio, 56 estabelecimentos participam do maior e mais importante concurso de butecos do país.


Vem aí mais uma edição do maior e mais importante concurso de butecos do Brasil. Com o mote ‘Somos Todos Buteco!’, a 16ª edição do Comida di Buteco, acontece de 5 de abril a 5 de maio, em Salvador. Para 2024 estarão presentes 56 bares, distribuídos entre as regiões de Salvador e Lauro de Freitas – que marca a sua estreia esse ano no concurso.
Tendo a criatividade como guia, a organização lança aos participantes o desafio de trabalharem com uma temática livre na criação dos petiscos, deixando os ingredientes e a inovação por conta de cada um. Para aguçar o paladar de baianos e turistas que amam um bom buteco, os cozinheiros e cozinheiras devem colocar em ação toda a sua criatividade, identidade e originalidade.
Reconhecida como uma competição gastronômica que desenvolve a economia local, promove a geração de empregos e fortalece em todo país a transformação de vidas através da cozinha raiz, este ano os pratos participantes terão valor fixo de R$ 35,00.
Superando expectativas há 16 anos, o CDB mais uma vez bate o próprio recorde de participantes na capital soteropolitana. Os 56 estabelecimentos que concorrem ao prêmio de melhor buteco, estão distribuídos em diversos bairros ao longo da cidade, são eles: Santo Antônio Além do Carmo, Resgate, Engenho Velho de Brotas, Pernambués, Armação, Itapuã, Stiep, Nazaré, Barris, Federação, Stella Maris, Pituaçu, Trobogy, Baixa de Quintas, Jaguaribe, Rio Vermelho, Cabula VI, Dois de Julho, Cajazeiras V, Canabrava, Plataforma, Saúde, Paripe, Capelinha, Vila Laura, Barra, Liberdade, Imbuí, Boca do Rio, Pituba, Cabula, Campinas de Pirajá, Campo Grande, São Caetano, Lobato, além de Buraquinho e Centro, em Lauro de Freitas.
Segundo Max Rogers, coordenador regional do CDB, é extremamente gratificante ver o crescimento do concurso em Salvador. “As expectativas estão ainda mais altas para 2024, e o lema deste ano reitera mais uma vez esses espaços como um grande protagonista da sociabilidade brasileira, reafirmando a existência de uma ‘cultura de buteco’, que inclusive queremos implementar como uma data oficial no mês de abril”, conta.
Reforçando que a cultura raiz vive, o concurso vem para fortalecer a importância do negócio tão forte e representativo em todo o país, que são os butecos. Max explica que durante os 30 dias, a mecânica do concurso acontece da seguinte maneira: “o público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando quatro categorias: petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida. O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%”, destaca. O bar que alcançar a maior nota, ganha o título de vencedor da edição em nível local, e entra na competição nacional.

Equipe Canal In
Repórter | Editor: Ricardo Henrique
Foto: ascom

admin

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário